Teixeira de Freitas e Lençóis recebem encontro para Salões de Artes Visuais

A equipe da Coordenação de Artes Visuais da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura (Secult), continua o trabalho de mobilização de artistas visuais para a participação na edição 2013 do edital Salões de Artes Visuais da Bahia, visitando as cinco cidades onde as exposições do projeto serão realizadas este ano.

Nesta quinta-feira (18), às 18h, o encontro acontece em Teixeira de Freitas, no extremo sul, no Departamento de Cultura da Prefeitura Municipal, que é parceira da ação. No sábado (20), na cidade de Lençóis, na Chapada Diamantina, às 10h, na Casa Afrânio Peixoto, numa parceria com a Fundação Pedro Calmon (FPC) e prefeitura local. Nestes eventos, gratuitos, o público interessado receberá orientações sobre como participar do edital.

As inscrições podem ser feitas até 8 de maio próximo. Nesta edição, o projeto foi ampliado e vai realizar exposições e atividades de formação em cinco cidades baianas de diferentes regiões, reforçando sua relevância no incentivo à criação e difusão de produção artística e à dinamização dos espaços expositivos do interior do estado. A minuta do edital e seus anexos estão disponíveis no site da Funceb.

Oficinas

Até 2012, as exposições dos salões eram montadas em três cidades. Com o aumento do número de territórios alcançados, além de fortalecer a abrangência do projeto, mais artistas serão contemplados e vistos pelo público. No total, até 125 obras (50 a mais do que o ano passado) poderão ser selecionadas para compor as exposições, que têm visitação gratuita e são acompanhadas de oficinas para a qualificação de artistas das localidades.

Podem ser inscritos trabalhos de livre temática, de artistas ou coletivos, nas modalidades de arte e tecnologia, assemblage, cerâmica, colagem, desenho, design gráfico (ilustração, humor gráfico e quadrinhos), escultura, fotografia, grafitti, gravura, instalação, intervenção urbana, objeto, performance, pintura, tapeçaria e videoarte.

As propostas serão avaliadas quanto à qualidade artística e ao currículo do proponente, e o número de selecionados dependerá das características físicas das obras inscritas, e também os espaços expositivos em questão, podendo chegar a 25 por mostra.

Espaços

Desde o ano passado, os Salões ocupam espaços culturais não-vinculados ao Estado, findando a restrição de sua circulação apenas em municípios que possuem centros geridos pela Secult. Neste ano, participam o Centro de Cultura Amélio Amorim (Feira de Santana), o Centro de Cultura Teixeira de Freitas, a Casa Afrânio Peixoto (Lençóis), o Palácio das Artes (Barreiras) e o Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima (Vitória da Conquista). As exposições se iniciam em julho e seguem até dezembro deste ano.

Premiação

Na abertura de cada salão, uma comissão de premiação específica anunciará três obras premiadas entre as expostas, que receberão prêmios de R$ 7 mil cada. Serão investidos, um total de R$ 105 mil em premiações para 15 artistas (66% a mais que em 2012). Além disso, cada expositor receberá um auxílio para o custeio da sua participação no valor de R$ 800. Há também os prêmios simbólicos – as menções especiais, indicadas pela comissão de premiação, e o Prêmio do Público, pela escolha dos visitantes.

Inscrições

Podem participar pessoas físicas, maiores de 18 anos, brasileiros natos ou naturalizados, além de estrangeiros com situação de permanência legalizada, domiciliados na Bahia. O edital apenas se restringe àqueles que fizerem parte das suas comissões, além de seus parentes até 2º grau e cônjuges ou aos servidores da Secult e suas vinculadas. A novidade deste ano é que funcionários públicos de outros órgãos do Estado estão habilitados à concorrência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *