O cine Horizonte

Por Daniel Rocha*

A segunda sala de cinema de Teixeira de Freitas, o Cine Horizonte, foi inaugurada no ano de 1974 e funcionou até o ano de 1994. A sala de cinema ficou marcada pelas exibições de filmes picantes produzidos na região da capital paulista que ficou conhecida como a Boca do Lixo por produzir filmes com excesso de nudez e sexo.

Como a pornografia não era tão evoluída na época  provavelmente  esse tipo de filme  atraia a curiosidade da rapaziada e  a raiva de alguns conservadores.

Um bom exemplo e o filme A dama da lotação, que por ter um cartaz ousado despertou o repúdio dos conservadores da época quando  foi exposto na entrada do cinema teixeirense,  sobre isso recordou o proprietário Landoaldo Gonçalves que os cartazes picantes vendiam bem o filme.

“Quando colocávamos o cartaz ficavam muitos a dizer, este é bom”.

Mas não eram apenas os filmes da boca que faziam sucesso, os filmes de faroeste e o Kong fú, febre dos anos, 1970,1980, também atraia grande parte da audiência. Tal como o primeiro cinema da cidade, o cine Elisabete, o espaço era alugado para realização de outros eventos, como shows de calouros e festivais de músicas, muitos transmitidos pela rádio local Difusora e Alvorada AM.

Segundo Landoaldo à chegada do vídeo cassete e a popularização da TV contribuíram para o fim do Cine Horizonte. Ao longo dos anos de 1990 a queda de preços e o fácil acesso ao aparelho, fez com que o público se afastar do cinema e conseqüentemente provocar a falência da sala.

Em 1994, um carro de som anunciou a exibição do longa-metragem do anime Cavaleiros do Zodíaco, depois deste nunca mais se ouviu falar de exibições na cidade, que só voltou a viver a magia do cinema em 1996, com a inauguração do Cine Teixeira, que até hoje reina na cidade.

Causos e lembranças

Lembrar o cine horizonte é muito divertido pois há sempre uma anedota em torno dos filmes picantes exibidos, os antigos frequentadores se divertem ao contar histórias engraçadas de uma época em que o conservadorismo e a coesão social exerciam uma forte influência sobre o comportamento das pessoas.

Recorda os frequentadores, não vou revelar o nome, que diversos garotos saíam das seções de filmes picantes excitados com tanta nudez exposta na tela. Outros lembram que vestiam roupas de adultos e disfarçavam bigodes para enganar a idade e passar pela rigorosa bilheteria que não permitia entrada de crianças.

Referência

ROCHA.Daniel; OLIVEIRA.Danilo. Cinema – Contribuição no processo de Formação da Sociedade de Teixeira de Freitas nos anos de 1960, 1970 e 1980. (click e leia)

Foto: Ilustrativa.

Daniel Rocha*

Historiador, Bacharel em Serviço Social, Pós-Graduado em Educação à Distância (EAD), Cinéfilo e blogueiro criador do blog Tirabanha em 2010.

Veja também

O comércio de Teixeira de Freitas

História da Expo Agropecuária de Teixeira de Freitas

O causo do Boitatá

História do Cine Brasil

O causo do nó da mortalha

Emancipação: História e memória

 

DIGA AÍ!