Fragmentado – Um bom M. Night Shyamalan

No final da década de 1990 e início da década de 2000 o diretor indiano M. Night Shyamalan era sinônimo de filmes surpreendentes, depois de uma sequência de fracassos comerciais ele renasce artisticamente com Fragmentado (EUA, 2017), em cartaz.

Pode-se dizer que a carreira internacional do diretor começa em 1999 quando chama a atenção do mundo com clássico O Sétimo Sentido, filme sobre um menino que via mortos  que o ajudou a conquistar uma legião de fãs pelo mundo  tornando se  uma referência do gênero terror psicológico

Aproveitando a boa fase, lança Corpo Fechado (2000) sobre um homem inquebrável e um cadeirante Senhor Vidro. Sinais (2002) uma invasão alienígena sob o ponto de vista de uma família, A vila (2003), acerca de um grupo de pessoas isoladas diante do medo primitivo.

Bastou um fracasso, A dama da Água (2006),  para o indiano Shyamalan se perder em um longo caminho de escolhas fracassadas, como Fim dos Tempos (2008) e Depois da Terra (2013).

Quando tudo parecia perdido eis que Fragmentado (2017) traz o velho e bom Shyamalan de volta com sua habilidade de manipular tensões e medo a frente em um  roteiro original que faz jus a  fórmula que o consagrou.

No filme Kevin (James McAvoy) possui 23 personalidades distintas e consegue alterá-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento. Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento. Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.

No estilo tensão crescente a trama é construída num ritmo intenso pelo diretor que desperta as expectativas ao extremo.  Envolvente o filme mexe com os nossos medos e também paranoias. Anya Taylor-Joy se destaca  como a observadora Casey Cooke  que consegue jogar com as diversas personalidades do sequestrador, bem   ao estilo caça e caçador.

James McAvoy está brilhante e interpreta com equilíbrio e seriedade psiquiátrico Kevin,  que vai te fazer sorrir e tremer de medo ao mesmo tempo.

O final chocante passa longe de qualquer clichê do gênero e para quem conhece a filmografia do diretor  as cenas finais vão surpreender. Um excelente filme.  Um bom M. Night Shyamalan.

Em Cartaz: Fragmentado

Cine Teixeira
Sessões:
HOJE
18:00

Cinesercla Pátio Mix Teixeira de Freitas

Sessões:*
16:20
20:45

Informações Adicionais:
Classificação: 12 anos
Gênero:
Duração: 1h57min
Dublado

Sujeito alterações.*

 

Outros filmes em Cartaz: 

 

Veja também: 

O Kong é Pop

Logan – A despedida dos mutantes

One thought on “Fragmentado – Um bom M. Night Shyamalan”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *