“A reforma trabalhista e seus impactos” foi o tema de palestra na UNEB

 

Por Daniel Rocha

Quando somos informados pela mídia sobre a reforma trabalhista o que ouvimos e vemos? A maioria divulgou que ela representa a modernização de uma lei arcaica que reformada vai contribuir para o crescimento econômico do país.

Porém não é o que se conclui quando a lei que permitiu a reforma é analisada por especialistas da área trabalhista e pelos representantes das instituições voltadas para defesa dos trabalhadores que ,em sua maioria, encontra-se, ainda, sem entender a gravidade da mudança na CLT.

Por esse motivo, e a fim de contribuir para o melhor esclarecimento sobre o assunto, o SINDIBANCÁRIOS, sindicatos dos bancários, e a AFES  organizou na noite da última quarta-feira (22/11) no auditório da UNEB Campus -X, palestra com o tema: A Reforma trabalhista e seus impactos.  

A palestra foi ministrada pelos jurisconsultos: Cláudio Andrade, advogado do Sindicato dos Farmacêuticos da Bahia e Augusto Vasconcelos, presidente do Seeb da Bahia. O vereador Jonathan Molar (Solidariedade) também fez parte da atividade.

 

a08ade8d-6cee-437f-a3c7-1324d68c3ea7

 

Durante quatro horas os convidados expuseram aos trabalhadores, estudantes e sindicalistas e convidados, fatos e informações que geralmente não são destacados em alguns dos telejornais mais populares do país. A primeira palestra foi conduzida por Augusto Vasconcelos que destacou:

“Evidentemente que para tratar da reforma trabalhista levaria bastante tempo porque foram 127 artigos alterados na CLT (…) Não foi uma alteração qualquer. Não foi uma mudança cosmética (…) foi uma alteração profunda que já impacta na vida de todos as pessoas inclusive dos donos de empresas que sofrerão os danos da redução da massa salarial do país que já conta com mais pessoas ganhando e consumindo menos (…). Consequentemente essa queda da renda vai provocar a diminuição da venda e da saída dos estoques. A reforma trabalhista é um círculo vicioso que não resolve a crise do país, muito pelo contrário, agrava”.

A segunda palestra foi ministrada pelo  advogado Cláudio Andrade que de forma clara e simples denunciou:  

“Não vamos falar da repercussão da mídia que é grande, e nem da política que também é enorme, o  que devemos nos preocupar é  com a repercussão que a reforma  vai provocar no dia a dia do sujeito que sai de casa e passa a maior parte do seu dia dedicando sua energia e seu tempo ao trabalho (…) Trabalhadores que na maioria dos casos sobrevivem com salários sofríveis e tem que fazer malabarismo para garantir o pão e o feijão na mesa sem o conforto que deveria ter.”

 

Ao expressar preocupação com o famigerado discurso liberal e os recentes ataques aos direitos sociais e individuais dos trabalhadores Brasileiros, informou Cláudio:  

“A constituição de 1988 tem como objetivos a redução da pobreza e das desigualdades sociais, construir uma sociedade justa e igualitária (…) o legislador que votou pela reforma observou isso? Não (…). O objetivo da atual reforma não é reduzir a pobreza mais reduzir o custo para as empresas (…). Com a reforma essas negociações e os direitos dos trabalhadores serão flexibilizados, reduzidos ou suprimidos”.

 

Ao fim das exposições houve abertura para perguntas e debate das afirmações expostas que possibilitou novas leituras e olhares sobre a questão cujo entendimento geral aparenta contaminado pela perspectiva de alguns produtos da grande mídia, que geralmente pauta e interfere em tudo que se vê e ouve sobre o assunto.

 

23754903_1794837740528009_4848257719500858837_n

 

 

Liga da Justiça

 

Por Daniel Rocha

Apesar de tanta badalação, é engraçado como o filme Liga da Justiça (2017), em cartaz, que reuni a equipe de heróis mais famosa do universo DC, é decepcionante e ao mesmo tempo capaz de agradar crianças e adolescentes.

No filme, sinopse, impulsionado pela restauração de sua fé na humanidade e inspirado pelo ato altruísta do Superman, Bruce Wayne convoca sua nova aliada Diana Prince para o combate contra um inimigo ainda maior, recém-despertado. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha buscam e recrutam com agilidade um time de meta-humanos, mas mesmo com a formação da liga de heróis sem precedentes, poderá ser tarde demais para salvar o planeta de um catastrófico ataque.

Apesar da riqueza visual e da produção caprichada, o filme exagera com um roteiro que equilibra mal o humor, a dramaticidade e o vilão, pouco relevante.

Porém ao mirar nas crianças e adolescentes, seu público-alvo, o longa acerta em cheio com piadinhas e discursos clichês, uniformes estilizados, pancadaria e demonstração de força. Um filme para se ver ,divertir e esquecer.

CINE TEIXEIRA
Sessões:
18:15H / 20:45H

Informações Adicionais:
Classificação: 12 anos 
Gênero: Ficção Científico / Ação
Duração: 2h 00min
Dublado

Programação sujeita a alterações.

Batmania – O retorno

Por Daniel Rocha

Lembrado pela riqueza visual, produção caprichada e uma das maiores campanhas de marketing da história da sétima arte o filme Batman – O Retorno (1992) tem sua trajetória contada  e documentada em um livro, fanzine, recentemente lançado em comemoração aos vinte e cinco anos do longa ainda hoje  muito cultuado.

O livro Batmania – O retorno (2017), de Paulo Chacon, desenhista da Companhia de Quadrinhos Independentes, ajuda compreender o fenômeno que foi o lançamento e a exibição do filme  homem morcego no Brasil através de uma rica retrospectivas de textos e imagens. A qualidade do trabalho impressiona.

Ricamente ilustrado o fanzine traz detalhes e curiosidades sobre o filme e uma das maiores campanhas de marketing da história do cinema no país, que também fez grande sucesso na época, e uma entrevista realizada com Fred Schiffer, gerente de marketing da Warner Bros 1988-1993.  

Com seções dedicadas ao filme e diversas matérias nacionais e internacionais, guia de colecionáveis com todos os action figures, veículos e vídeo games lançados de 1992 até 2017, galeria de material promocional nacional, guia com o profile de todos os personagens do filme, mais detalhes sobre veículos, acessórios, Gotham City e  uma entrevista exclusivas Dave Lea, dublê de lutas do ator Michael Keaton, Jack Pedota, fotógrafo oficial do filme o livro revela os bastidores e  outras curiosidades da versão mais teatral e artística do herói mascarado no cinema.

Batmania –   O Retorno  tem 180 páginas e  formato 23 x 31 cm.  Para adquirir o livro basta entrar em contato com o autor pelo Facebook  ou pelo  e-mail editorcqi@gmail.com . 

Rui Costa inaugura a Policlínica Regional do Extremo Sul da Bahia

Por Daniel Rocha
Foi inaugurada na manhã da sexta-feira (17) em Teixeira de Freitas, a Policlínica Regional do Extremo Sul da Bahia. O evento contou com a presença do governador do estado Rui Costa (PT) políticos locais, prefeitos e ex-prefeitos da região, deputados estaduais e federais.
capture-20171117-200639

“A Policlínica vai complementar o esforço que os “A e os municípios fazem para manter os postos de saúde, porque os médicos passavam os exames, mas o município não possuíam os especialistas. Então vai reanimar e fortalecer a saúde pública”. Destacou o governador Rui Costa em seu discurso proferido no palco montado em frente a Policlínica na Praça do Rondelli.”

Na oportunidade o governador anunciou uma parceria com o Hospital de Barreto, do estado de São Paulo, para instalação de equipamentos de rastreamento de Câncer de mama e de útero.  “Quero ser lembrado pelo cuidado e respeito com as pessoas! Não faz sentido o povo ir para Salvador para ser atendido. 80 % dos baianos moram no interior da Bahia.” Destacou.

Para o deputado federal Jorge Solla, um dos representantes dos baianos  no âmbito federal, a inauguração da Policlínica em Teixeira de Freitas é emblemática e representa uma  importante evolução da saúde em toda a região. “A saúde vai chegar mais perto do povo do Extremo Sul, garantindo mais assistência ao povo que mora no interior.”

capture-20171117-195610
Para o presidente do conselho municipal de saúde, José Félix: “Ficamos felizes em poder contemplar essa grande conquista para nossa região. De saber que este grande investimento, com equipamentos de primeiro mundo beneficiará em especial as pessoas mais carentes. E nos deixa cada vez mais encantados com nosso governador Rui Costa, pelo esforço em oferecer sempre o melhor para o povo baiano, mesmo em dias difíceis. Agora é ficarmos atentos para que de fato e de direito, as pessoas que mais necessitam possam usufruir dessa maravilhosa estrutura. Nosso obrigado mais uma vez ao Governador Rui Costa e ao nosso ex prefeito João Bosco, por ter acreditado e investido nessa ótima conquista para nossa Região.
A Policlínica  entra em funcionamento a partir do dia 20/11  e atenderá os pacientes encaminhados dos 13 municípios do baixo extremo sul baiano que, enfim, terão acesso a equipamentos de alto padrão de qualidade para realização de exames como ressonância, tomografia computadorizada,endoscopia e colonoscopia, alguns, antes, só disponíveis na capital.

Mobilização reuniu centrais sindicais contra as novas regras trabalhistas

Por Daniel Rocha

Entrou em vigor, no sábado 10/11/17, a nova lei trabalhista brasileira aprovada em junho. Na ocasião da entrada em vigor da lei  os representantes das principais centrais sindicais da cidade de Teixeira de Freitas, UGT, CUT, FORÇA E CTB, fizeram,  pela  manhã, uma manifestação contra a reforma no centro da cidade.

A flexibilização do regime trabalhista e o endurecimento das condições de acesso à aposentadorias faz parte de um plano de metas do governo Temer que já figura como o mais impopular e corrupto na história do país, sendo também o mais criticada pelos diversos setores da sociedade.

As novas regras vem sendo criticada por, dentre outras coisas, diminuírem horário de descanso e almoço e elevar o número de horas de trabalho e estabelecer que os acordos entre trabalhadores e empresas tenham maior valor que a lei.

De acordo com os especialistas e movimentos sindicais tais possibilidades favorecem a diminuição dos ganhos e salários. Quanto ao sistema de aposentadoria a proposta de reforma prevê ajustes e o aumento da idade mínima e do período de contribuição necessários para obter o benefício total das pensões.

Durante a mobilização os dirigentes sindicais, em um mini trio, informaram os cidadãos que circulavam pelo centro da cidade as razões do ato e os riscos da nova lei para o bem-estar dos trabalhadores comuns.

Mas qual foi a reação das pessoas diante do protesto?

“Infelizmente a população tem demonstrado que ainda está apática aos desmanches que Michel Temer está fazendo… Porém acredito que se os movimentos sociais e sindicatos persistirem na luta conseguirão frear o revés social que o país está vivenciando. O povo vai acordar quando começar a sentir na pele”. Frisou Cris Oliveira, diretora da SINDACESB, que participou do manifesto.

 

962285e1-e10a-46db-a194-4696cb0b68cd

 

Ainda de acordo com a sindicalista ao não compreender a fatalidade dessas mudanças os trabalhadores ficam suscetíveis a equívocos perigosos e a pobreza. “As severas medidas tomadas pelo governo já tem aumentado os índices de desigualdade e tem nos levado em direção a pobreza… Estão mudando a direção, não a marcha..” Concluiu.

 

Juntos fazemos a diferença

Por Daniel Rocha
Os agentes de combate as endemias do município de Teixeira de Freitas participaram na manhã da sexta-feira (27/10) da Semana Nacional de Mobilização dos setores de Educação, Assistência social e Saúde para o combate ao Aedes Aegypti.
A mobilização teve como objetivo alertar a população sobre a importância de combater o mosquito transmissor da dengue, Zika e chikungunya antes do verão, época de maior incidência e reprodução do mosquito.

Na ocasião os agentes de endemias distribuíram panfletos e chamaram a atenção de quem passava pelas avenidas próximas a  praça da prefeitura. Visitaram instalações comerciais, órgãos públicos e privados próximos para fazer o alerta.

 
O Agente de endemias Jefferson, também conhecido como “Jefinho”, lembrou durante a ação que os moradores têm que fazer a sua parte porque juntos fazemos a diferença. “ Investir cerca de dez minutos por dia no controle, dentro e fora de casa, para afastar o perigo do vetor das doenças que fora de controle causa mortes e sequelas graves”.
Da mesma forma enfatizou Rutiléia Pinho Paixão Coimbra, coordenadora do núcleo permanente do Programa Nacional de Controle da Dengue, que os espaços comuns como praças, ruas e outros estão sob constante vigilância dos agentes de endemias da cidade que realizam visitas a cada dois meses nas residências, mas que é preciso que a população também faça sua parte.
“Se o morador tirar 5 minutos do seu tempo duas vezes por semana para verificar o quintal não vamos ter grandes índices. Assim não vamos superlotar os hospitais. A prevenção faz a diferença”.
A coordenadora municipal também destacou que a questão tem atenção constante da equipe da secretaria de saúde e da prefeitura. Sobre o trabalho expressou grande satisfação com a dedicação dos 76 agentes de endemias da cidade que tem mantido o município longe das estatísticas negativas.

Thor pelo bem do povo

Por Daniel Rocha

Quando uma força do mal se apossa do trono e do poder para governar um povo através de ameaças e repressão, cabe ao rei  deposto fugir do jugo do traidor para se erguer, reunir amigos, costurar alianças e  reconquistar o trono pelo bem do povo e não do reino.

Obviamente não estamos a falar do círculo político brasileiro e sim do filme Thor Ragnarok (2017), em cartaz. No filme, sinopse, Thor é preso do outro lado do universo, sem o seu martelo poderoso e encontra-se numa corrida contra o tempo para voltar a Asgard e impedir Ragnarok – a destruição do seu mundo e o fim da civilização Asgardiana -, que se encontra nas mãos de uma nova e poderosa ameaça, a implacável Hela. Mas, primeiro precisa de sobreviver a uma luta mortal de gladiadores, que o coloca contra um ex-aliado e companheiro Vingador – Hulk.

Claramente o filme segue o estilo Guardiões da Galáxia (2014), ação, humor e efeitos mirabolantes, trilha com músicas dos anos de 1980, uma fórmula de sucesso que dificilmente não agrada. Porém para quem aprecia o segundo filme da franquia, Thor : O mundo Sombrio (2013) e um Hulk mais próximo as HQs, esse epílogo  pode parecer desastroso.  Perfeito mesmo só a mensagem de que o povo é mais importante do que o poder  e o trono.

Cine Teixeira
Sessões*:

18:00H
20:30H

 

Cinesercla PátioMix Teixeira de Freitas

Sessões*:

15:45 – 18:10 – 20:45

  • Programação sujeitas a alterações