Em assembleia conjunta servidores da saúde aprovou proposta da gestão

Por Daniel Rocha

Na noite do dia 23 de abril, reunidos em assembleia conjunta e extraordinária, convocada por seus sindicatos, os servidores da saúde de Teixeira de Freitas discutiram importantes questões a serem tomadas nos próximos dias pelas entidades representativas, SINDACESB – Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias do Extremo Sul da Bahia, SEEB –  Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Bahia e SINTRASPESB – Sindicato dos Trabalhadores em Serviços públicos municipais do Extremo Sul da Bahia, em defesa de direitos e pelo recebimento dos valores correspondentes ao PMAQ – Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, premiação de incentivo do governo federal.

Participou também da reunião Dr. Flávio Vieira , representante jurídico do SINTRASPESB e o vereador Marcos Bilitardo, que ali foi levar seu apoio à luta a dos servidores públicos. A principal resolução aprovada pela Assembleia foi a de aceitar a contraproposta feita pela administração para o pagamento do PMAQ, apresentada pela GESTÃO no último dia 19 de Abril, em reunião no gabinete do prefeito pelos representantes administração municipal. Timotéo Brito.

Embora não concorde plenamente com a mesma os sindicatos compreendem que apesar de injusta, no momento essa foi  única saída pois, o não aceitar desta proposta,  leva a questão ajuizada por um dos sindicatos a arrastar por 5 anos ou mais em seu  curso natural.

A questão da judicialização do processo pelo SINTRASPESB sem antes aguardar o fim do processo de negociação que vinha sendo desenhado pelo SINDACESB provocou acalorado debate.

Após a discussão de todos os pontos de vista  acredita se, julgando pelas reações, que todos os presentes na reunião compreenderam que é necessário superar a questão e caminhar juntos na mesma direção, pois quem merece a repulsa e ser questionados e a gestão, que até aqui provocou a desconfiança dos trabalhadores com falácias e demora.

A plenária aceitou a proposta de recebimento em parcelas de 13 vezes dos ciclos referentes a 16/17.  O acordo foi ajuizado na manhã da terça-feira, 24 de abril, na Vara da Fazenda Pública em Teixeira de Freitas.

Foto: José Félix fala aos servidores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *