Por Daniel Rocha

Em 1994 a seleção brasileira consagrou-se campeã do Mundial FIFA, realizada nos Estados Unidos, após vencer nos pênaltis a poderosa seleção italiana. Como todas as cidades do país, em Teixeira de Freitas, BA, a festa foi estrondosa. Milhares de pessoas tomaram as ruas entoando jargões  e canções temáticas que marcaram o campeonato, como o  jingle da Brahma  bastante tocada em um trio elétrico.

Na época a marca lançou o hit “Hino da torcida N.º 1” um jingle e um clipe  comercial, que era veiculado na TV antes e no dia das partidas da seleção de Dunga, Romário, Bebeto e companhia. Motivadora, a canção  conclamava os telespectadores a  “Levantar o dedo e gritar: Brasil! Você é o número um”.

Sem representatividade, não há no video pessoas negras, só uma mulher mostrada de forma sexualizada e estereotipada, os jogadores negros, incluindo Romário, também não aparecem. Algo que não ocorre hoje por força dos artigos 44 e 45 do Estatuto da Igualdade Racial. A lei estabelece a obrigatoriedade de concessão de oportunidade para a participação de atores e figurantes negros nas campanhas publicitárias de televisão.

Comercial da Cerveja Brahma 1994

Com letra chiclete e imagens selecionadas, o videoclipe  mostra torcedores da classe média mesclada com a torcida brasileira enlouquecida pelos jogadores, astros, e o produto a ser comprado, a cerveja.  O jingle fez sucesso de tal maneira que era comum ouvir jovens e adultos, nas escolas e ruas, cantando como se fossem consumidores do produto.

Além disso, a cervejaria local, a “Distribuidora da Brahma”, colocava para animar as ruas da cidade um trio elétrico com banda, que saía das proximidades do “Fórum Novo”, onde ficava a distribuidora local, em direção ao centro da cidade, com uma banda cantando de forma repetida a música tema da campanha. 

“Na avenida Getúlio Vargas, no bairro Bela Vista, tinha um bar que era o ponto da cidade, o Varandão, onde diversos torcedores se reuniam para festejar a Copa.  O trio sempre parava próximo, provavelmente o lugar era ponto de venda. Dali seguia para o centro da cidade, onde um grande número de pessoas  faziam festa.” Lembrou Antônio Carlos que morava no bairro Recanto do Lago em 1994.

Torcida comemora a Copa. Imagem Ilustrativa

Ainda conforme o morador, no dia da final da Copa, quando o Brasil venceu a Itália e conquistou o mundial, o “trio elétrico da Brahma” apresentou problemas mecânicos e não conseguiu sair do lugar para animar os torcedores.

“Foi uma frustração pra mim porque eu fiquei aguardando ele passar, mas isso não impediu que eu festejasse, houve muitos buzinaços, bombinhas e a emoção do povo nas ruas cantando com êxtase: “Brasil! Você é o número um!  

Daniel Rocha*Historiador graduado e Pós-graduado em História, Cultura e Sociedade pela UNEB-X.  Contato WhatsApp: (73) 99811-8769 e-mail: samuithi@hotmail.com. O conteúdo deste Site não pode ser copiado, reproduzido, publicado no todo ou em partes por outros sites, jornais e revistas sem a expressa autorização do autor. Facebook

Foto: Imagem meramente ilustrativa

Compartilhar: