Arquivo da tag: Gosto musical de Teixeira de Freitas

O causo da dupla Noivo e Noivado

Por Daniel Rocha

Nos anos de antigamente, lá pelos idos de 1968, havia uma feira onde hoje é a Praça dos Leões. Foi naquele entorno que se instalou “a primeira” grande loja do então povoado de Teixeira de Freitas, Casa Bom Jesus, de propriedade do senhor Caitano, “pernambucano de Caruaru”, que já trabalhava com a venda de roupas e tecidos e resolveu investir no lugar carente de lojas do ramo.

A loja ficava próximo ao movimento da feira que atraía agricultores motivados a vender suas produções. Dentre estes o senhor Natalino A. Santos que no ano de 1968 ainda morava na Vila Marinha, hoje distrito do município.

Naquele ano de 1968 novas empresas de ônibus passaram a circular no povoado transportando gente de todas as  parte para Teixeira de Freitas aumentando o fluxo na feira, o ponto de embarque e desembarque de passageiros também ficava  naquelas imediações.

Contudo devido a falta de estradas de acesso, para chegar na feira ele tinha que vim de canoa pelo rio Itanhém onde vendiam produtos produzidos na roça da família como Banana e Mandioca e faturar fazendo apresentações artística. Com o irmão Jesuíno, Natalino formava uma dupla de violeiros “Noivo e Noivado.” 

 A primeira grande apresentação da dupla foi durante a inauguração da famosa loja Bom Jesus, que ficava na Avenida Marechal Castelo Branco onde hoje tem uma agência do Banco Bradesco. Por conta disso, contou Natalino, ficaram bem conhecidos por todos os moradores do lugar e da região circunvizinha que frequentava a feira. 

“Naquele tempo, o pessoal saía de Alcobaça, Caravelas e Juerana para comprar na feira da praça e todos paravam para ver a gente tocando…. O povo não tinha malvadeza, jogava o dinheiro dentro do violão. Era o dia todo cantando, juntava muita gente”.

Recorda que certa vez quando a feira funcionou por uns tempos onde hoje é a praça da Bíblia, houve uma festa onde diversas duplas regionais se apresentaram em um palco improvisado na carroceria de um caminhão.

O evento organizado gerou uma grande expectativa, pois além dos violeiros locais uma conhecida dupla de Nanuque, “Diogo e Dioguinho”, tinha presença confirmada no encontro.

Porém durante a apresentação a modo de viola da tão falada dupla mineira não agradou o público presente. Segundo o senhor Natalino, diante do fato, o povo exigiu: “Tira Diogo e Dioguinho e coloca “Noivo e Noivado” para cantar. A Gente gosta mais deles cantando do que estes que estão aí”. Diante do pedido não teve mais pra ninguém, só deu à moda cantada na inauguração da Casa Bom Jesus.

Daniel Rocha da Silva*

Historiador graduado  e Pós-graduando em História, Cultura e Sociedade pela UNEB-X.

Contato WhatsApp: ( 73) 99811-8769 e-mail: samuithi@hotmail.com

O Conteúdo  deste Site não pode ser copiado, reproduzido, publicado no todo ou em partes por outros sites, jornais e revistas sem a  expressa autorização do autor. Facebook

Fontes:

Natalino A. Santos

Jair de Freitas

Este texto foi publicado originalmente no site tirabanha no ano de 2013. Nessa republicação adicionamos novas informações ao texto, como o local da estação de ônibus.

O que rolava no Orkut de Teixeira de Freitas?

Por Daniel Rocha


Você se lembra o que rolava no Orkut da cidade? A interação virtual, com as características que conhecemos hoje, se popularizou entre a maioria dos internautas brasileiros quando foi lançado o Orkut em meados da década de 2000, período em que a internet começou a revolucionar os meios e as formas de comunicar de milhões de pessoas no país.

Em Teixeira de Freitas não foi diferente, com a difusão da rede surgiu as primeiras comunidades virtuais relacionada à cidade, como a pioneira “Teixeira de Freitas-BA, criada em 2004, onde todo internauta, seja em casa ou nas Lan houses, que democratizam o uso da Internet, se encontrava para interagir,  comentar festas e acontecimentos, publicar novidades responder perguntas e enquetes.


Lan houses democratizam o uso .

Por exemplo, na Enquete postada no dia 22/08/07 o perfil “Fábio Nogueira Soares” buscava saber qual era o gosto musical dos teixeirenses lançando a pergunta: “Qual o ritmo de música que o teixeirense mais gosta?”

Ao final o placar indicou que para 31%, o Axé era o ritmo musical preferido dos teixeirenses. O Pagode e o Rock dividiu o segundo lugar com 24% da preferência, a frente do Forró que foi escolhido por 22% dos participantes. A enquete destacou a diversidade de preferências existentes na cidade, mas também que houve exclusões na lista de opções, tanto que o perfil “Dhea” protestou: “Arrocha! os teixeirenses em geral! eu ainda tenho cultura!”

Resultado da Enquete

Já na Enquete de 2008 o perfil “Betinho Chagas” perguntou como os membros da comunidade avaliava a administração do prefeito Padre Apparecido, o resultado revelou que estava ótima para 11%, Boa para 17%, Regular para 19%,Ruim para 11% e Péssima para 42% dos que se manifestaram. Apparecido Staut foi reeleito naquele mesmo ano para um segundo mandato.

No fórum da comunidade o um perfil não identificado,   questionou no dia 29 de agosto de 2010: “Gostaria de saber porque  a BR 101 na região de Teixeira, isso é, da divisa BA-ES até a cidade de Itamaraju, estar e sempre foi abandonada. Quem viaja pela BR pode ver na região de Eunápolis e Itabuna, várias frentes de trabalho limpando a rodovia, pintando o meio fio, recuperando trecho ruins, etc. E na região de Teixeira nada é feito (…) porque os deputados radialistas nada fazem?”

Capa da comunidade

Através da comunidade os internautas locais dinamizaram discussões antes restritas a pequenos grupos e pessoas que ao interagir expressavam suas angústias e necessidade de falar da “realidade” sem os filtros e os tratamentos dos tradicionais meios de comunicação, rádio e televisão.

Com os olhos do presente, as enquetes revelam a pluralidade de opiniões dos moradores da cidade da primeira década do século XXI . Criada em 2004 a comunidade foi desativado dez anos depois quando o Orkut encerrou suas atividades no dia 30 de setembro de 2014.

Fonte: Acervo Site Tirabanha