A sombra de Grace – “O filme que dá má fama aos psiquiatras”

Lançado em 1994, o filme A sombra de Grace ( Inevitable Grace. EUA), conta a história de uma médica psiquiatra envolvida com o marido de uma paciente que gosta de perigosos jogos eróticos. Com direção Alex Canawati, o longa tem  Maxwell Caufield, Tippi Hedren, Vitoria Selleres no elenco.

No filme Verônica (Jennifer Nicholson) é uma mulher atormentada que ao sair correndo de um cinema e a cometida por um ataque de histeria que a faz perder a consciência. Ao acordar ela encontra-se em uma clínica, supervisionada pela Dra. Márcia Stevens (Tippi Hedren) que decide colocá-la sob os cuidados da Dra. Lisa Kelner (Stephanie Knights), uma psiquiatra ingênua que está fazendo residência no hospital. Durante a primeira sessão, Verônica murmura algo sobre a fuga e abusos sofridos pelo afoito marido Adam Cestare (Maxwell Caulfield).

Envolvida com o caso, Lisa procura e descobre onde mora o marido da paciente e desafiando os regulamentos do hospital se envolvendo emocionalmente com ele em uma trama irregular e cheia de falhas.

Em 1994 o site da revista americana Variety considerou o filme confuso e ruim e prejudicial a imagem da psiquiatria. “A sobra de Grace é o tipo de filme que dá má fama aos psiquiatras, aqui retratados como instáveis ​​e mais problemáticos que seus pacientes.”

Trailer do filme

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *