Sem estranhamentos

Por Daniel Rocha

No dia vinte de fevereiro de 2016 fui ao Cine Teixeira curtir o filme Deadpool,2016, que foi bem comentado na mídia escrita e falada e atraiu milhões de espectadores pelo mundo. Desta vez meu sobrinho não  teve como me acompanhar pois a classificação indicativa não permitia.

Cheguei cedo para primeira sessão mas já havia ali um certo movimento, estranhei apenas um filme em cartaz, pensei por um momento que por conta dessa conversa de crise a sala número 02 havia sido fechada.

Logo a galera fã de quadrinhos lotou o pátio do cinema, uma gente estranha e esquisita , cabelos vermelhos e brincos e tatuagem pelo corpo.

Entre esses um pessoal mais humilde e comportado, logo descobri que a outra sala exibia um filme religioso que na verdade é a adaptação da telenovela de sucesso Os dez mandamentos. Ali por algum momento duas tribos se encontraram no mesmo lugar,  “os santos e os mundanos” sem  nenhum estranhamento.

One thought on “Sem estranhamentos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *