A Praça da Prefeitura

 

Por Daniel Rocha.

Praça da antiga  prefeitura de Teixeira de Freitas, quantas histórias escondidas? Há tantas em torno deste lugar que dar para escrever um livro. Isso é exatamente o que sente um teixeirense quando passa por ela.

As escadarias da prefeitura, o jardim sempre cuidado, as árvores testemunhas de tantos namoros o mosaico português formando ondas pretas ou brancas no passeio.

Como não recodar a sorveteria O Pilão, o trailer Pilequinho, ponto de parada para quem saía das festas e shows, o Gauchão lanches e tantos outros estabelecimentos sitiados no local testemunha dos primeiros porres de muitos.

 Não dar pra não lembrar dos momentos vividos no escurinho perto da Seringueira, quem nunca aproveitou com alguém durante à noite? As recordações são apenas uma parte das tantas histórias marcadas na memória de todos os teixeirenses.

Oficialmente ela é a Praça Bernardino Figueiredo e  foi construída aproximadamente em 1974, na administração do prefeito Alcobacense Wilson Alves de Brito cujas iniciais estão gravadas na praça. Antes já servia de lugar de passeio aos namorados e clientes dos bares próximos.

Na década de 1980, a praça reinava na cidade como ponto de encontro não só dos namorados e crianças, mas também dos artistas da cidade. Como os do grupo Consciência que promovia no último domingo de cada mês uma feira artística livre no local.

O grupo também editava um jornal de nome Opção  e realizava shows de talentos musicais e montagens teatrais. Em entrevista ao documentário, Retrospectiva Histórica de Teixeira de Freitas de 1996  um dos integrantes do grupo, o pintor Zuca, lembrou que a feira artística realizada na praça era um dos maiores acontecimentos da cidade.

“O grupo opção começou com um jornal e se reunia todo domingo na praça da prefeitura. Lá era realizada uma feira onde todos os artistas da região eram convidados. O grupo era superinteressante, fazia arte por amor.”

Até o ano de 2008 a praça foi o lugar onde os moradores ficavam à espera da apuração das eleições municipais e de comemorar as vitórias da seleção brasileira na copa do mundo, recordo da grande multidão em volta da praça depois da final da copa de 2002.

Na atualidade, mesmo não sendo a mais procurada no domingo, o jardim contínua a acolher os cidadãos teixeirenses em momentos importantes como no dia da histórica manifestação do movimento “Vem pra Rua” ocorrido no dia 25/03/13.

A Praça da Prefeitura é um lugar de memória e  todo morador da cidade deve estar atentos à sua conservação e valorização.

Fontes:

BANCO DO NORDESTE, As origens. Teixeira de Freitas, Fortaleza – Ceará. P.05-07, Janeiro 1986

RESTROPECTIVA. Histórica de Teixeira de Freitas. Direção Geral; Alberto de Freitas e Zé da baiana. Suporte: DVD (45 min) Ano: 1996.

Memória pessoal de momentos vividos na Praça da Prefeitura.

Daniel Rocha Historiador, Bacharel em Serviço Social, Pós-Graduado em Educação à Distância (EAD), Cinéfilo e blogueiro criador do blog Tirabanha em 2010.

Foto :1985.

Veja também:

Mulheres parteiras em Teixeira de Freitas parte 01

Os nomes que Teixeira de Freitas já teve

O cine Horizonte

O comércio de Teixeira de Freitas

História da Expo Agropecuária de Teixeira de Freitas

O causo do Boitatá

História do Cine Brasil

O causo do nó da mortalha

Emancipação: História e memória